Páginas

domingo, 22 de abril de 2012

“Wil... quê?” – um apelo a todos os seguidores


Queridos amigos e amigas, clientes e seguidores,
 
Hoje venho fazer-vos um apelo a respeito de algo que me anda a tormentar já há dias: o nome desta minha “marca”, Wilwarin Designs. Sem ir directa ao assunto (pois eu muito gosto de divagar), passo, em primeiro lugar, a explicar o significado deste nome.

“Wilwarin” é uma palavra inventada por J.R.R. Tolkien, o autor d’”O Senhor dos Anéis”, uma história que conquistou tantos de nós, não só pelo que vimos nos filmes, mas também pela grande imaginação e devoção deste senhor. Tolkien tinha uma grande paixão pelas línguas (estudou cerca de 16 idiomas!) e inspirou-se nos seus conhecimentos para criar as suas próprias línguas e sistemas de escrita, destacando-se, hoje em dia, o idiomas élficos: o Quenya, baseado no finlandês, e o Sindarin, baseado no galês. Ora, “Wilwarin” é uma palavra élfica da língua Quenya. Significa “borboleta” e é o nome de uma constelação no mundo de Arda (o seu “mundo secundário”, onde se situa a famosa Terra Média), que acolheu os Elfos quando estes vieram ao Mundo. Presume-se que esteja relacionada com a constelação de Cassiopeia, talvez pela sua forma, que faz lembrar uma borboleta batendo as asas.

"Rivendell", ilustração de John Howe.

A borboleta, por sua vez, está associada à própria natureza espiritual do ser humano, como símbolo de alma, ligeireza, transformação e novos começos. Assim como a borboleta nasce lagarta para mais tarde se transformar e viver uma nova vida, a voar e a ver o mundo de uma forma completamente diferente... também nós passamos por certas situações que nos propiciam oportunidades de aprendizagem e crescimento interior, levando-nos a ir mais longe.

Foi precisamente neste significado que me baseei para dar este nome a esta página e a minha “marca”. Mas a simples palavra “Borboleta” soava-me muito banal; e não conseguia encontrar nenhuma expressão relacionada que me agradasse. Então, peguei no Quenya (não que eu conheça a língua! :p) e decidi utilizar a palavra “Wilwarin” pelo seu carácter imaginário e sonhador – tal e qual como o meu pequeno mundo das bijuterias. Era uma palavra fantasiada, diferente de tudo o que via por aí, e simplesmente agradava-me.


No entanto, algo que nunca havia considerado aconteceu... inicialmente, o meu pequeno mundo cresceu e expandiu-se, muito além das minhas expectativas. Deixou de ser o “cantinho” que era no início... as pessoas começaram-me a perguntar qual o nome que eu usava e qual o endereço do meu blog; e quando eu respondia “Wilwarin Designs” a resposta que eu obtia era quase sempre um “Hmm... desculpa?”. Um nózinho começou a crescer-me no peito à medida que me via cada vez mais obrigada a soletrar este nome, letra-a-letra. E, verdade seja dita, chegou a um ponto em que até já me arrepio só de pensar que amanhã alguém me poderá vir perguntar (seja pela primeira ou quinta vez) como se escreve o nome destas bijuterias!

Cheguei à conclusão de que “Wilwarin” é, de facto, uma palavra bonita, diferente, com um belo significado – mas complicada. Servia perfeitamente quando eu fazia estas coisinhas mais para mim do que para os outros, sem nunca pensar que algum dia poderia chegar longe... se é que me entendem! ;) Porém, agora que atingi o nível de “pequeno negócio”, acho extremamente importante o uso de um nome diferente e com significado, mas que seja, também, o mais apelativo possível. Por isso, hoje considero uma simples (ou não!) alternativa: uma mudança de nome.

Considerando os prós e os contras, uma mudança de nome, nesta “altura do campeonato”, poderá eventualmente trazer alguma (se não bastante) confusão para aqueles que já se habituaram a ver este sítio como “Wilwarin Designs”. Implicaria algumas mudanças um pouco chatinhas, como a mudança do endereço deste blog, o fecho da minha Loja Etsy para criar uma nova (visto que não permitem mudanças de nomes de lojas), um novo e-mail. Por fim, o meu maior dilema seria a página do Facebook, pois neste caso mudanças de endereço URL também não são permitidas (embora possa mudar o nome da página em si) mas, sinceramente, aquela página já me significa demasiado para simplesmente acabar com ela e recomeçar.

Por outro lado, acredito que este meu pequeno negócio necessita de um nome que tenha a ver com o negócio em si, e não apenas comigo. O nome deve ser a cara das bijuterias que crio, e não apenas a minha... por isso considero o seguinte nome: Belladonna (Bijuterias).

Provavelmente muitos de vós estão neste momento a pensar... “mas isso também é uma palavra estranha!”. Pode mesmo até soar estranha, mas não é tão estranha como a actual. É muito mais simples dizer “Beladona com dois ‘L’s e dois ‘N’s” do que “W...i...l...w...”. :D Mas a verdade é a seguinte meus queridos... neste momento, está fora de questão considerar uma palavra completamente portuguesa, visto que este meu pequeno negócio também tem um lugarzinho no mercado internacional. Estar a acabar com uma palavra que soa estrangeira, para dar lugar a uma portuguesa, iria facilitar a coisa a uns, mas piorar a outros... por isso o ideal seria uma palavra que “jogue” um pouco com duas línguas: o português e o inglês!

Ora, “Belladonna” vem do nome científico da açucena (também conhecida como amarílis, lírio-beladona ou flor-da-imperatriz), Amaryllis belladonna. É uma planta bulbosa que pode dar flor mais do que uma vez ao ano, e está intimamente relacionada com virtudes como altivez, elegância ou graça. Notem, também, o jogo de palavras com a expressão “bela dona” (como “linda senhora”). Pensando bem, acredito que esta palavra transmite aquilo que a Wilwarin Designs é neste momento – os elementos naturais (visto que falamos de uma flor) e o toque Vintage (o simbolismo da planta e o jogo de palavras)...

Amaryllis belladonna. Fotografia de Dmitry Baranovskiy

Assim sendo, e visto que o negócio não sou só eu, nem as minhas bijuterias, mas sim todos nós, venho-vos fazer este apelo. A partir deste momento e até ao fim de tarde da próxima quarta-feira, dia 25, estou aberta às vossas opiniões e sugestões. Estou neste momento a criar um pequeno questionário no Facebook onde poderão dar resposta directa à questão “Manter o nome ‘Wilwarin Designs’ ou mudar para ‘Belladonna Bijuterias’?”. Podem também postar directamente no mural da página. Se não possuirem conta Facebook, sintam-se livres para enviarem as vossas opiniões por e-mail ou simplesmente deixarem um comentário neste post (não se esqueçam de assinar!).

Ao ajudarem-me com este pequeno “dilema”, estarão a habilitar-se a receber um vale de 10% DE DESCONTO numa próxima compra! Como forma de agradecimento, depois da decisão estar tomada, irei sortear 10 vales pelo site random.org, de entre os nomes daqueles que derem o seu contributo. 

Espero, assim, que tomem um momento nos próximos dias, para reflectir neste (grande) texto que tão pacientemente acabaram de ler ;) e no significado de ambos os nomes que aqui se encontram em disputa, para deste modo darem as vossas opiniões e ajudarem a tornar a Wilwarin Designs melhor. Um muito obrigada desde já!


Beijinhos no coração,
Wilwarin Designs.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...